Acreditamos que refletir sobre como viver melhor e como desfrutar o melhor da vida são questões essenciais que nos liberta e nos impulsiona para viver!

Responder corretamente essas questões nos ajuda inclusive a viver na plenitude e nos dá a sensação vitoriosa de que viver vale a pena.

Desta forma, este tipo de reflexão interessa a todos e em qualquer fase da vida.

No entanto, com um título assim pode até parecer que virá uma daquelas listas tiradas de livros de auto-ajuda, mas o objetivo aqui é outro:

Este artigo é uma reflexão sobre as vivências recentes e não um guia passo-a-passo “para viver o melhor” ou “viver melhor” (como queiram).

O que pretendemos narrar aqui não são lições resolvidas, nem questões respondidas. São experiências que estamos aprendendo e queremos compartilhar.

Sem mais de longas, segue a nossa lista de conselhos para viver (o) melhor:

 

  1. EVITE TENTAR CONTROLAR O QUE NÃO PODE SER CONTROLADO!

“Don’t worry (don’t worry) ‘bout a thing, ‘Cause every little thing is gonna be alright!” Bob Marley

Nada é mais essencial para simplificar a vida, dar foco e nos ajudar a evitar desgastes inúteis do que NÃO DESPERDIÇAR TEMPO TENTANDO CONTROLAR O QUE NÃO PODE SER CONTROLADO.

Não dizemos aqui: “o que não tem remédio, remediado está”. Nem mesmo que o ‘controle’ deve ser abolidos, ao contrário. Controle e auto responsabilidade são premissas deste conselho número 1.

Contudo, foque nas prioridades e valorize o que tem valor (perdoe-nos outra redundância) pois o importante é o que tem importância hoje e sempre!

Explico: queremos te lembrar que ‘preocupar’ é o mesmo que pré-ocupar, ou seja, ocupar-se antecipada e previamente (portanto: antes da hora). Acreditando que ‘manter-se ocupado’ é o mesmo que ‘estar no controle’.

Em tempos onde stress e ansiedade tiram a saúde emocional (física, mental e espiritual) de milhões, não perder tempo e energia com aquilo que não se pode controlar é essencial. A dica é: Mantenha o foco no presente que é onde realmente tudo está acontecendo. Viva um dia de cada vez, pois “a cada dia basta o seu mal”!

 

  1. USE A ADVERSIDADE COMO UM ALIADO!

“A adversidade tem o efeito de atrair a força e as qualidades de um homem que as teria adormecido na sua ausência.”Heródoto

Adversidades é algo inerente ao nosso cotidiano, mas acima de tudo é a nossa atitude frente ao obstáculo que pode nos fazer parar ou superar e crescer.

Culpar-se ou lastimar-se pelo “estado atual” não corrige (nem elimina) a situação. Nem aproxima da sua meta, ou seja, do seu “estado desejado”.

Ainda assim, aquilo que foge do planejamento pode ser um alerta de como a rota pode ser encurtada fugindo de caminhos que não levam ao teu alvo.

No entanto, é essencial arrepender-se do que errou buscando corrigir a falta, pois até pior do que por vezes lamentar-se, é não se retratar ou se achar invencível e sempre certo.

Não perca a oportunidade de aprender com os seus erros e os erros dos outros também. E acima de tudo, não julgue ninguém (nem mesmo a si mesmo) no processo de aprendizado da vida.

Como disse Steve Jobs: “Você pode encarar um erro como uma besteira a ser esquecida, ou como um resultado que aponta uma nova direção.”

 

  1. NÃO DEIXE QUE NINGUÉM TE FAÇA MENOR (OU MAIOR) DO QUE VOCÊ É.

 “Somos o que fizemos do que fizeram de nós.”Jean Paul Sartre.

Muito do que somos se moldou na nossa relação com o outro, inclusive a imagem que temos de nós mesmos.

Assim como a forma como enxergamos nossa realidade pode determinar nossa capacidade de ser, a imagem que temos de nós mesmo determina (e muito) onde estamos e também onde poderemos chegar.

Até por isso pessoas fofoqueiras, invejosas ou bajuladoras são tão nocivas. Elas nos impedem de conhecermos a nós mesmos (ou os outros) e atrapalha nos tornarmos quem realmente podemos ser.

Ainda assim, não podemos descartar a influência para o melhor que podemos extrair de todos ao nosso redor. Até por que, atualmente, perdeu-se e a noção de que é através do outro que somos alguém.

A empatia e habilidade de ouvir o semelhante são essenciais, mas somos nós que determinamos quem iremos ser e assim determinamos nosso destino.

Por sua vez, nós não podemos excluir que somos os responsáveis por nossa situação atual e futura, isto, principalmente, por sermos o que somos e fazermos o que fazemos. Se pareceu confuso, podemos simplificar: Não há autonomia sem o compromisso pelos resultados de suas ações.

Isso é a essência da auto responsabilidade que fortalece a busca por viver melhor.  Além disso, nada e nem ninguém pode determinar quem você é ou onde você pode chegar.

Apenas se você deixar que isso aconteça…

 

  1. VENÇA O MEDO DE MUDANÇAS

“Em nossas vidas, a mudança é inevitável. “Sidarta Gautama, o Buda

 

Tudo está em constante mudança e tentar impedi-las pode ser muitas vezes desperdiçar tempo e energia tentando controlar o incontrolável e já falamos sobre isso no conselho número 1. Lembra?

Também já transcrevemos outrora um texto sobre VENCER O MEDO DE MUDANÇAS em um de meus artigos anteriores.

Encoraja-me sempre a frase de Charles Chaplin que diz: “O incentivo de viver é arriscar, deixe o medo para os fracos.

 

 

  1. ARRISQUE-SE COM PRUDENCIA E SIMPLICIDADE.

“Se você não está disposto a arriscar, esteja disposto a uma vida comum”Jim Rohn

 

Viver o melhor da vida é também viver uma vida fora do comum, uma vida além do ordinário, ou seja, uma vida extra-ordinária.

Seja lá o que isso possa significar pra você, saiba que será necessário arriscar para alcançar este grande objetivo, então lá vai mais um conselho não meu mas de Jesus, o Cristo: “sede, portanto, prudentes como as serpentes e símplices como as pombas”.

Entender a linha tênue que separa a prudência e a simplicidade da mediocridade, ou seja, do resultado médio é o que faz a diferença no mundo a competitividade onde a busca por resultados melhores e maiores parece tornar o jogo da vida algo desleal e injusto.

Desta forma, podemos concluir que: a prudência é aliada da ousadia assim como a simplicidade é parceira da excelência.

 

 

  1. GANHE O MUNDO SEM PERDER A ALMA

Pois de que vale ganhar o mundo e perder a alma? Paulo de Tarso.

 

Ser ético e ser saudável são algumas das principais características comuns entre aqueles que ‘vencem’ na vida. Para tanto, você terá que fazer escolhas que passam inclusive pelos seus pensamentos, palavras e atitudes.

Dito de outra forma, nenhum enriquecimento material é maior que sua integridade e ser integro é na verdade ser inteiro, pleno nos aspectos físico, mental, emocional e espiritual. Neste quesito, apenas você mesmo poderá escolher e realizar, mas o resultado beneficiará todos ao seu redor.

Seja uma influência positiva, num mundo que já se esqueceu de que integridade é ser inteiro, e se cabe outro conselho aqui, não se divida para manter os outros inteiros, isso também é perder a integridade.

 

  1. ABRA MÃO DE TUDO QUE IMPEDE DE AVANÇAR

“Você é escravo de tudo aquilo de que não é capaz de abrir mão.”

Flávio Augusto

O prazer momentâneo e inadiável da vida atual faz com que muitos busquem incessante pela satisfação nas mais diversas formas. Obter o reconhecimento de todos? Atingir o primeiro lugar? Bater as metas?

Certamente, os noticiários não teriam o mesmo teor se as pessoas refletissem sobre quem são e o que podem fazer de melhor para si e para o mundo, ao invés de buscar apenas parecer melhor e ter algo melhor para se sentir bem.

Há algo que chamamos de Paz de Espirito que acredito ser o troféu dos que vivem o melhor da vida.

 

  1. CONHEÇA A VONTADE MAIOR QUE TE MOVE!

Nosso maior medo não deve ser o fracasso, mas ser bem-sucedido em algo que não importaFrancis Chan

Uma das melhores formas de aproveitar o melhor da vida é saber exatamente o que é importante viver nesse breve espaço entre o nascimento e morte.

Inclusive a batida ideia sobre o que lhe faz sair da cama a cada manhã precisa ser revista conforme a vida passa pois quando achamos ter descoberto todas respostas a vida vem e muda todas as perguntas…

Fala-se e busca-se muito a motivação, não apenas um motivo ou justificativa para a ação porém algo que nos direcione e nos dê e(nfim) uma razão de viver.

Acima de tudo saber o que lhe afeta e pode não apenas movimentar o mundo mas muda-lo pra melhor.

 

 

  1. NÃO ACREDITE EM “CONSELHOS PARA VIVER (O) MELHOR”

“Somos nós que forjamos as correntes que usamos em nossas vidas” Charles Dickens

Não acho que tudo que disse anteriormente seja descartável, mas acredito que ao refletir sobre o tema, o leitor, certamente, terá a sua lista pessoal (mais útil para si que esta nossa, visto que a busca por viver (o) melhor, passa pelo autoconhecimento.

Também não acho que haja um método simplificado em 9 passos para se viver (o) melhor, mas concordamos com Sócrates quando diz que uma vida sem a reflexão sobre o viver não é uma vida a ser vivida…

Gostou deste artigo?

Deixe nos comentários um de seus conselhos para viver (o) melhor!

Leia também:

A LOUCURA DO TRABALHO E A GESTÃO COMO DOENÇA

MITOS E VERDADES SOBRE AS PROFISSÕES DO FUTURO!

QUAL É O PROBLEMA?

7 PASSOS PARA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS CONTADOS ATRAVÉS DAS 7 MARAVILHAS DO MUNDO ANTIGO

COMO SOLUCIONAR PROBLEMAS DE UM MODO SIMPLES OU CORTE CERTO COM A NAVALHA DE OCKHAM